Decadência (br)

Origem: JurisPedia, o Direito compartilhado.
Este artigo é somente um esboço em direito brasileiro. Você pode ajudar a JurisPedia expandindo-o. Pode também fazer uma pesquisa no motor...
Pesquisa em direito brasileiro Br flag.png

Google Custom Search


É a perda de um direito pelo decurso do prazo (tempo) fixado para seu exercício, sem que o titular o tivesse exercido (inércia). Enquanto a prescrição extingue diretamente as ações e indiretamente o direito, a decadência extingue diretamente o direito. Possui o mesmo efeito da prescrição, pois em qualquer caso haverá a extinção de um direito, tanto que a doutrina tem dificuldade em diferenciá-las

A decadência não se sujeita à suspensão ou interrupção, apenas ao impedimento do art. 198,I (vide 207 e 208); o prazo decadencial pode ser fixado pela lei ou pelas partes (211), já a prescrição é apenas legal (192); a decadência fixada pela lei deve ser reconhecida de ofício pelo Juiz (210), já a prescrição não (194); a decadência não pode ser renunciada (209), já a prescrição pode (191); a decadência tem efeito contra todos, já a prescrição não produz efeitos para as pessoas do art.

Os prazos de decadência estão espalhados pelo Código Civil nos arts. 119, § único, 178, 179, e na parte especial nos arts. 445, 501, 559, 1.481, 1.532, 1.555, 1.560; todos os prazos da parte especial são de decadência.

Ver também

  • Encontrar a noção "Decadência" na Internet jurídica brasileira
Ferramentas pessoais